Satisfeito com estreia, Deco culpa gramado do Maraca por gol perdido

Luso-brasileiro, no entanto, diz que esse tipo de lance é normal e que precisa se readaptar ao futebol brasileiro. Festa nas arquibancadas encantou

Deco está de bem com a vida. De volta ao Brasil após 13 anos no futebol europeu, nada é capaz de tirar a paz do luso-brasileiro. Nem mesmo o gol perdido nos minutos finais de sua estreia pelo Fluminense, no clássico contra o Vasco, domingo, no Maracanã, pela 15ª rodada do Brasileirão. Ao chutar nas alturas a possibilidade de vitória no empate por 2 a 2, aos 40 do segundo tempo, o estreante perdeu a oportunidade de se consagrar, mas encarou a situação com bom humor.

– Acho que a estreia foi boa. Precisava jogar, ganhar ritmo de jogo, e isso só vem com os jogos. Em 15 minutos não dá para fazer muita coisa, mas deu tempo para perder um gol (risos). Dava para fazer, mas acabei chutando de primeira…

Satisfeito com o rendimento nos 19 minutos em que esteve em campo, Deco culpou o estado do gramado do Maracanã pela conclusão sem direção e disse que a velocidade do lance o impediu de pensar em dominar a bola.

Tentei chutar de primeira, é normal. Mas a bola quicou um pouco. Tenho que me readaptar, os campos aqui são um pouco mais complicados”
Deco, sobre o gol perdido na estreia

– Na hora nem dá para pensar. É automático. Tentei chutar de primeira, é normal. Mas a bola quicou um pouco. Tenho que me readaptar, os campos aqui são um pouco mais complicados.

Ovacionado pelo torcedor tricolor, o apoiador não escondeu a emoção de atuar pela primeira vez no mais tradicional estádio brasileiro como jogador profissional. Acostumado com a frieza dos europeus, Deco se mostrou encantado com a festa das arquibancadas.

– Por mais experiência que se tenha, é uma situação nova. A ansiedade é normal, a estreia. O que achei mais legal foi a torcida, que fez uma festa bonita. Para mim, é tudo novidade. O campo estava um pouco irregular, a bola quicava um pouco, mas tenho que me adaptar.

E por muito pouco Deco, que pensa em encerrar a carreira em 2012, não perdeu a oportunidade de pisar no Maracanã com lotação máxima. Nesta segunda, o estádio teve a capacidade reduzida para 45 mil para início das obras visando a Copa de 2014.

– Já sabia que o Maracanã ia fechar um dia para obras, e não jogar com o estádio assim (com capacidade máxima) ia ser um pouco frustrante. Ainda bem que isso aconteceu. Foi um dos momentos fantásticos da minha vida. Um momento único que será lembrado para sempre.

deco fluminense vascoDeco aprovou sua estreia com a camisa do Flu (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

Com a lesão de Diguinho, que está vetado para a partida contra o Goiás, quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Serra Dourada, pela 16ª rodada do Brasileirão, Deco é uma das opções de Muricy Ramalho para escalar a equipe. O jogador, no entanto, evitou fazer qualquer tipo de pressão para que seja titular.

– Estou aqui para jogar e respeitar as decisões do treinador. O que ele decidir, para mim está ótimo. Mas preciso jogar para ganhar ritmo de jogo.

Com 33 pontos, o Fluminense é o primeiro colocado no Brasileirão, seguido pelo Corinthians, com 31.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: