Para recuperar o bom futebol, Flu encara o Ceará no Engenhão

Tricolor não vence no Campeonato Brasileiro há três jogos

Há três jogos sem vencer e com a liderança ameaçada: este é o ambiente para a partida do Fluminense diante do Ceará, no Engenhão, às 19h30. Para este confronto o Tricolor terá que superar além do rival, o número de desfalques. São quatro no total: Diguinho, Diogo, Emerson e Fred. A dúvida de Muricy é o ataque. Rodriguinho e Marquinho são os cotados para iniciar a partida. Caso o atacante seja o escolhido, a equipe irá no esquema 4-4-4. Se for Marquinho, o time jogará no 4-5-1, com Conca mais a frente.

Para Washington, que está confirmado no confronto, o Tricolor não vive um momento ruim e vê com normalidade a sequência de partidas sem vencer.

– Não vejo que estamos em um momento ruim. Se o líder não está em um momento bom imagine o resto. O campeonato é muito difícil e vamos em uma batida legal ate o fim da competição. Vamos chamar a responsabilidade e buscar o jogo. Todos querem ajudar e é certo que os mais experientes puxem essa força – afirmou.

TAREFA COMPLICADA

A tarefa do Ceará nesta quarta-feira não é nada fácil. Para conquistar sua primeira vitória em cinco jogos, o Vovô precisa derrotar ninguém menos que o líder Fluminense, em um duelo que reúne as duas melhores defesas do Brasileirão.

A seu favor, o Vovô tem o fechamento do Maracanã, que vinha sendo permanentemente lotado pela torcida Pó de Arroz, e a derrota do Tricolor Carioca diante do Guarani no último domingo, que pôs fim a uma invencibilidade de 15 jogos e mostrou que o líder não é imbatível. Na verdade, nos últimos nove pontos disputados pelo Flu, o time conquistou apenas dois, e o Ceará espera poder contribuir para a “má fase” do adversário.

Para isso, o técnico Mário Sérgio já pode voltar a escalar o zagueiro Anderson e o volante Michel, que não jogaram contra o Vasco por cumprirem suspensão pelo terceiro cartão amarelo, e devem ser titulares no Engenhão. Para o treinador, os maus resultados recentes do Ceará são fruto da falta de tempo para treinar e conhecer os jogadores do time que assumiu em meados de agosto.

– Confesso que não achei o equilíbrio do time. Ainda não tive tempo. Até 10 de outubro não terei a semana para trabalhar – disse Mário Sérgio, referindo-se à maratona de jogos do Brasileirão, que somente no início do mês que vem terá intervalo de uma semana entre as rodadas.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE X CEARÁ

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 08/09/2010 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Ednílson Corona (SP) e Luís Alberto Kallenberger (SC)

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Julio Cesar; Valencia, Fernando Bob, Deco e Conca; Rodriguinho (Marquinho) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

CEARÁ: Michel Alves, Anderson, Fabrício e Diego Sacoman; Oziel, Heleno, Michel, João Marcos, Camilo (Kempes) e Ernandes; Magno Alves. Técnico: Mário Sérgio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: