Fred ataca chefe do departamento médico, que entrega o cargo no Flu

Atacante reclama de Michel Simoni, que rebate o chamando de traidor: ‘Quis achar um culpado para o seu insucesso e escolheu o lado mais fraco’

Fred surpreendeu a todos durante sua entrevista coletiva nesta quinta-feira nas Laranjeiras ao dizer que tem uma nova lesão na panturrilha direita. O atacante afirmou que foi prejudicado pelo departamento médico do Fluminense por ter sua volta aos gramados antecipada.

– Fiz um exame ontem (quarta) em São Paulo que mostrou outra lesão na mesma panturrilha. O tendão de Aquiles está zerado. Achei estranho falarem de desconforto no tendão. Só sentia dores na panturrilha mesmo. Fiz os novos exames para ver como estava. Curei a lesão e precipitaram a volta. Machuquei de novo o local que não estava reforçado. Fui liberado para a parte física na hora errada. Ganhando ou perdendo eu tenho prazer de estar presente. Não aceito dizerem que estou inseguro. Ficou ruim pra mim. Por isso estou esclarecendo.

Fred, que agora não tem mais previsão de retorno ao time, também se defendeu de acusações de que a responsabilidade pelo retorno ao time antes do tempo foi sua.

– Voltei antes e fui prejudicado. Cada um tem sua parcela, mas eu sou o mais prejudicado. Fica essa pressão, esse mistério. Quero voltar e jogar. Fazer o que gosto. Mas primeiro tem de ficar bom. Não pode precipitar. Não foi ansiedade minha. Tinha que fazer as coisas devagar. Reforçar bem o local. A panturrilha estava doendo e falavam do tendão. Se você ouve pode ir que você está bem você vai – disse o jogador, que não joga desde a partida contra o Botafogo, há nove rodadas.

Fred coletiva FluminenseFred na entrevista coletiva (Foto: Photocamera)

O atacante falou sobre a possível demissão do coordenador do departamento médico do Fluminense, Michel Simoni.

– Só quero uma solução para o meu problema. Não sei se o Michel vai seguir no clube ou não, mas ele não poderia ter dito que eu estava curado e que estava apenas inseguro.

De acordo com o vice de futebol, Alcides Antunes, o clube ainda não definiu nada.

– Isso vai ser resolvido internamente.

Médico diz que Fred pediu para jogar contra o Palmeiras

Ao saber das declarações de Fred, Simoni foi duro, disse que a entrevista de Fred foi de alguém egocêntrico e confirmou que deve deixar o clube.

– Não trato quem não quer ser tratado por mim. Nesse momento, a tendência é eu não trabalhar mais no Fluminense. Há uma quebra de confiança na relação dos atletas com a equipe do clube. Se eles não confiam na gente, a gente também não confia neles.

O médico demonstrou irritação ao falar sobre as declarações de Fred, o chamando de traidor.

– Poucas vezes eu ouvi tanta bobagem em uma entrevista em relação à parte médica. Ele não é capacitado para falar disso, assim como eu não sou para falar sobre a parte técnica ou da vida dele. Ele foi extremamente infeliz em suas colocações. Traiu pessoas que sempre o ajudaram. Ele chegou aqui com sete, oito lesões, e nós sempre estivemos do lado dele.

Simoni afirmou ainda que o jogador queria entrar em campo antes do previsto, pedido que teria sido negado pelo preparador físico, Ronaldo Torres.

– Fred foi liberado após um exame que mostrou que estava 100% curado, exame este que foi feito pela mesma pessoa que o avaliou agora. Mas isso aconteceu há duas semanas. Estava tão bem que ele mesmo deu a entender para o Ronaldo Torres que queria antecipar a volta no jogo contra o Palmeiras. E o Ronaldo, conscientemente, travou. Só que o que ele, infelizmente, não deve saber é que 30% das lesões musculares reincidem. Ele mesmo entrou em contradição, citando casos de jogadores que vivem se machucando. Quis achar um culpado para o seu insucesso e escolheu o lado mais fraco.

Ouça mais na Rádio Globo

Vale lembrar que, em agosto de 2009, Michel Simoni foi demitido do clube ao lado dos médicos Carlos Veiga e o fisioterapeuta Marcelo Costa. Na ocasião, o vice de futebol era Tote Menezes, que confirmou a dispensa dos mesmos. A confusão que culminou na demissão teria sido causada após contratação do equatoriano Urrutia. Com um problema no joelho direito, o jogador precisaria de 30 dias para se recuperar e entrar em campo, de acordo com o departamento médico, e foi vetado. Alguns dias depois, Urrutia foi contratado, Simoni foi demitido e contou:

– Disseram que foi por conta da história do Urrutia, quando ele descartou o jogador e nós recuperamos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: