Readaptado ao país, Roberto Carlos dá força a Belletti e faz elogios a Deco

Após serem rivais na Espanha, jogadores se reencontram nesta quarta-feira no importante duelo entre Fluminense e Corinthians, às 22h, no Engenhão

Hoje unanimidade, Roberto Carlos já viveu momentos de turbulência no Corinthians. Logo nos primeiros jogos, assustou a Fiel com expulsões nos clássicos contra Palmeiras e Santos, mas em seguida se firmou e caiu nas graças da torcida. Nesta quarta-feira, contra o Fluminense, às 22h, no Engenhão, o lateral-esquerdo reencontrará jogadores que vivem situações parecidas: Deco e Belletti, rivais dele nos clássicos entre Real Madrid e Barcelona. Depois de deixarem a Europa, os tricolores tentam se readaptar ao futebol nacional.

– O Deco joga em uma posição mais cadenciada. O Belletti é mais acelerado. A lateral exige muito dele. Para o Deco é mais fácil. O time depende muito de nós, os laterais – disse o corintiano, sem saber que Belletti vem sendo escalado no meio.

Belletti, aliás, é quem vem mais sofrendo na volta ao Brasil. Longe de sua melhor forma física, ainda não conseguiu ganhar a confiança da torcida. Por isso, segue como reserva e, em algumas oportunidades, chegou até a ser vaiado devido às atuações abaixo do esperado. Na última temporada pelo Chelsea, Belletti vinha sendo escalado como volante – sua posição de origem – mas foi aproveitado algumas vezes como lateral.

Deco é um jogador de alto nível. Infelizmente, se naturalizou português, porque poderia muito bem jogar na Seleção Brasileira.”
Roberto Carlos

– O Belletti é uma ótima pessoa, tenho muito carinho por ele. É complicado retornar. Ele vem de um futebol completamente diferente do nosso. Mas essas vaias podem se tornar aplausos daqui a pouco – acrescentou Roberto Carlos, pentacampeão mundial com Belletti pela Seleção Brasileira e rival dele nos clássicos entre Real Madrid e Barcelona (e, antes, nos jogos entre Real e Villarreal).

Deco também foi adversário do lateral-esquerdo no maior duelo da Espanha em temporadas anteriores. A admiração é tanta que Roberto Carlos lamenta o fato de o meio-campista ter se naturalizado português. Segundo ele, o armador teria um lugar na Seleção Brasileira.

Joguei contra o Roberto Carlos no Porto e no Barcelona. Ele é simplesmente o maior lateral da história do Brasil e do mundo”
Deco

– Não tem muito o que falar do Deco. Ele tem uma história maravilhosa no futebol europeu. É um jogador de alto nível. Infelizmente, se naturalizou português, porque poderia muito bem jogar na Seleção Brasileira. É um exemplo. Ele e o Ganso fazem a diferença hoje – disse Roberto Carlos.

Do outro lado, os elogios são iguais. Para Deco, Roberto Carlos é o maior lateral-esquerdo da história, sobretudo pelo que realizou na Espanha.

– Joguei contra o Roberto Carlos no Porto e no Barcelona. Ele é simplesmente o maior lateral da história do Brasil e do mundo. O que ele fez no Madrid foi incrível – ressaltou.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: