Conca garante vitória para o Flu contra o Avaí

Argentino, decisivo mais uma vez, marcou nos minutos finais em jogo nervoso no Raulino de Oliveira

LANCEPRESS!

Com pouca inspiração, mas muita vontade, o Fluminense lutou até os minutos finais para furar a forte marcação do Avaí e garantir a vitória e a liderança do Campeonato Brasileiro. O argentino Conca, aproveitando rebote em jogada de escanteio, marcou o único gol do triunfo por 1 a 0 sobre os catarinenses, nesta quarta, no Raulino de Oliveira.

Com 51 pontos, o Flu se mantém líder até o fim desta rodada. O Avaí é o 16º, com 28 pontos.

O Tricolor agora se prepara para voltar a campo no sábado, quando enfrenta o Grêmio Prudente, em São Paulo. No mesmo dia, o Avaí recebe o São Paulo, na Ressacada.

Flu se perde na marcação e Avaí é melhor

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

As duas vitórias seguidas elevaram os ânimos do Fluminense. De volta à liderança, o time de Muricy Ramalho recebeu o Avaí, então 16º colocado, com obrigação de faturar os três pontos. Mas a equipe catarinense não seria adversário fácil. O Avaí jogou embalado pela goleada de 5 a 0 sobre o Ceará, no domingo.

O Tricolor tentou colocar velocidade nos primeiros minutos. Principais estrelas do time, os meias Deco e Conca buscavam movimentação e trocas rápidas de passe. Mas não demorou muito para perceber que não seria fácil passar pela marcação do Avaí.

MAIS BRASILEIRO

O argentino, em pouco tempo, viu-se anulado por Diogo Orlando. Enquanto o luso-brasileiro, que recuava mais buscando as saídas de bola, não encontrava muita inspiração nos passes.

Bem fechado, o Avaí conseguiu se aproveitar de uma defesa perdida para tomar conta do jogo. Marcelinho se sentia à vontade perante o zagueiro Gum. Seu companheito de ataque, Robinho, era o responsável pelas principais jogadas ofensivas.

Robinho, aliás, foi o melhor em campo no primeiro tempo. Aos 17 minutos, deu passe preciso para Marcelinho, que invadiu a área e tocou para trás, mas o meia Davi mandou por cima do gol. Aos 33, lançou o volante Marcos (que entrou ainda no primeiro tempo no lugar de Rudnei, lesionado). O camisa 14, no entanto, chutou por cima.

Marcelinho também teve outra ótima chance de marcar para os visitantes, mas Rafael salvou o Flu com bela defesa.

Enquanto via o adversário à vontade, o Fluminense mal conseguia ameaçar. As únicas jogadas de perigo eram os cruzamentos de bolas paradas. Washington e Gum quase balançaram a rede dessa forma. Era o único repertório que a equipe do técnico Muricy Ramalho conseguia apresentar.

O atacante Rodriguinho não repetiu as boas exibições dos últimos jogos. Em sua única aparição, tentou cavar pênalti em disputa pela linha de fundo. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira mandou o jogador se levantar.

Estrelas de Muricy e Conca garantem vitória

Muricy, que pediu calma ao time durante toda a primeira etapa, decidiu trocar o volante Fernando Bob por Valencia na volta do intervalo.

Com o colombiano, a marcação melhorou, e o Avaí parou de ameaçar. Só as jogadas de ataque que não saíam. O Fluminense continuava insistindo nos cruzamentos para Washington, que era bem marcado pelo zagueiro Emerson.

O técnico tricolor também perdeu a paciência com Deco, que continuou discreto na segunda etapa. O camisa 20 deu lugar a Marquinho.

O time não melhorou, mas a estrela de Muricy funcionou, e o foi o próprio camisa 15 que cobrou o escanteio para o gol de Conca, que mesmo sem repetir as boas exibições, foi decisivo para a vitória que mantém o tricolor na liderança do Brasileirão.

Após o apito final, festa dos jogadores, que reconheceram a importância do resultado para a briga pelo título.

FLUMINENSE 1 X 0 AVAÍ

Estádio: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data/hora: 29/9/10 – 21h00 (Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: João Bourgalber Nobre Chaves (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartões amarelos: Leandro Euzébio(Flu); Zé Carlos, Pará, Marcos (Avaí)

Gols: Conca, aos 37’/2ºT (1-0)

FLUMINENSE: Rafael, Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Julio Cesar; Diogo, Fernando Bob(Valencia, intervalo), Deco (Marquinho, 24’/2ºT) e Conca; Rodriguinho (André Luis, 39’/2ºT) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho

AVAÍ: Zé Carlos; Patric, Émerson Nunes, Emerson e Pará; Diogo Orlando, Rudnei (Marcos, 21’/1ºT), Davi (Batista, 16’/2ºT) e Jéferson(Roberto, 25’/2ºT); Robinho e Marcelinho. Técnico: Édson Santos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: