Atlético-PR e Fluminense empatam em duelo disputado

Clubes acordam na segunda etapa, mas ficam iguais em 2 a 2 e estacionam no Brasileiro

Com um segundo tempo que justificou as posições de Atlético-PR e Fluminense na parte superior do Brasileiro, ambos empataram por 2 a 2, na Arena da Baixada, neste domingo, e ficaram um pouco mais distantes dos seus respectivos objetivos na competição. Beneficiado pelo gol contra de Washington e empurrado pelo gol de Wagner Diniz, o Rubro-Negro foi aos 47 pontos, mas deixou a zona dos classificados para a próxima Libertadores. 

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Já o Flu ampliou para cinco a sequência sem vitórias e, mesmo com os tentos de Marquinho e Conca, perdeu a chance de assumir a liderança isolada. Na próxima rodada, o clube paranaense vai encarar o São Paulo, quinta-feira, na Arena Barueri. Enquanto isso o Tricolor recebe o Grêmio, no mesmo dia, no Engenhão, em busca de sair dos 54 pontos.

FALTOU AÇÃO

Mesmo fora de casa, o Fluminense não se intimidou e partiu para cima do Furacão. Com mais posse de bola, a dupla Rodriguinho e Washington teve pelo menos três boas chances de abrir o placar. Pressionado, o Atlético-PR demorou a responder e só chegou na frente aos 20 minutos, em cabeçada de Paulo Baier defendida pelo goleiro Ricardo Berna.

Apesar do jejum de oito jogos sem marcar, Washington foi o ponto de referência tricolor e lutou muito na primeira etapa. Do outro lado, Branquinho foi o homem mais perigoso. Paulo Baier também apareceu em algumas vezes pela bola parada, mas não foi efetivo. Em tempo de pouca movimentação, os dois melhores lances saíram nos momentos finais.

Aos 40, Paulinho cobrou falta com categoria e Ricardo Berna fez bela defesa no ângulo esquerdo. Seis minutos depois, Washington bateu falta e obrigou Neto a espalmar por cima da meta. Muita transpiração e nada de inspiração até a descida para o vestiário.

SOBROU AÇÃO

Descansados, Conca e Paulo Baier deram o tom no começo da segunda etapa. Porém só as jogadas de habilidade não surtiram efeito e o duelo ficou ficou preso no meio de campo. Quando decidiu colocar a bola pela lateral, o Furacão quase chegou lá. Aos nove, Paulinho desceu pela esquerda e serviu na área para Branquinho, que teve chute interrompido pelo companheiro Guerrón.

Se com os amigos estava difícil arrumar comunicação, era a hora de contar com uma força do outro lado. Ex-jogador do Atlético-PR entre 2003 e 2004, Washington voltou a fazer a alegria da torcida rubro-negra. Aos 17 minutos, Paulo Baier cruzou da esquerda e o camisa 99 cabeceou contra o próprio gol. Bola na rede e castigo pela dedicação do atacante, que teve o nome cantado na Arena da Baixada.

O Flu parecia sem rumo, com Guerrón cada vez mais próximo da área, mas a sorte tricolor virou. Aos 24, Diguinho deu passe no meio, a defesa cortou errado e Marquinho pegou de primeira. Um golaço, no canto esquerdo do goleiro Neto. Era a hora do Tricolor, que pressionou até sofrer o contra-golpe.

Aos 38, Wagner Diniz tabelou com Nieto pela direita e encobriu Ricardo Berna. Gol válido, mesmo em posição de impedimento. Quando tudo parecia perdido, Tartá foi derrubado por Ivan Gonzalez e Conca bateu pênalti. Aos 42, uma bomba do argentino no canto direito superior, sem chances para Neto. Ainda dava tempo para mais, só que o fôlego acabou. Porém a emoção sobrou

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 2 FLUMINENSE

Estádio: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data/Hora: 24/10/2010 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa – SP)
Auxiliares: Marco Antônio Martins (SC) e Angelo Rudimar Bechi (SC)
Renda/público: R$ 425.490,00 / 22.132 pagantes
Cartões amarelos: Paulinho, Bruno Mineiro, Ivan Gonzalez (APR); Rodrigunho, Carlinhos, Tartá, Diguinho (FLU)
GOLS: Washington (contra), 17’/2ºT (1-0); Marquinho, 24’/2ºT (1-1); Wagner Diniz, 38’/2ºT (2-1); Conca, 42’/2ºT (2-2)

ATLÉTICO-PR: Neto, Elder Granja (Wagner Diniz, 12’/2ºT), Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Chico, Vitor (Federico Nieto, 36’/2ºT), Branquinho (Ivan González, 15’/2ºT) e Paulo Baier; Guerrón e Bruno Mineiro. Técnico: Sérgio Soares

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Thaiguinho, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos (Julio Cesar, intervalo); Diogo (Fernando Bob, 20’/2ºT), Diguinho, Marquinho e Conca; Rodriguinho (Tartá, 27’/2ºT) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: